segunda-feira, 21 de maio de 2018

Pai e filho do Ceará estreiam na Cascavel de Ouro formando trio com Alê Souza

Beto Pontes e Beto Pontes Filho vão revezar com tricampeão do ECPA pilotagem do GM Celta da Sodine Racing na corrida de 18 de novembro.


As parcerias entre pais e filhos pilotos não são novidade na Cascavel de Ouro. A 32ª edição, que colocará em jogo a inédita premiação de R$ 150 mil no dia 18 de novembro em Cascavel, terá pelo menos cinco ocorrências. Em uma delas, os cearenses Beto Pontes e Beto Pontes Filho farão sua estreia na corrida mais tradicional do automobilismo paranaense formando um trio com o paulista Alexandre Souza na equipe Sodine Racing.

Os pilotos da família Pontes e Alê Souza vão revezar a pilotagem do GM Celta número 90 cedido pela Tuta Racing, com motor preparado por Alexandre “Bujão” Rheinlander. Buscando entrosamento e ambientação ao equipamento, Pontes e Souza vão disputar em dupla pela equipe gaúcha pelo menos duas etapas da Turismo Nacional – a segunda, marcada para 16 de junho no circuito gaúcho de Guaporé, e a quinta, dia 27 de outubro em Cascavel.

“Participar de um evento do porte de uma Cascavel de Ouro é motivo de muito orgulho. Espero representar bem a minha equipe e o povo cearense no Paraná. Vou motivado”, comenta Pontes. Seu filho e companheiro de equipe destaca o alto nível dos participantes. “É uma corrida sempre complicada, com grandes pilotos do Brasil na disputa. Mas nós da Sodine Racing estamos indo para ganhar”, avisa. A equipe conta com apoio de 3M, Bic e Posca.

Experiente em competições da categoria Marcas & Pilotos 1.6, a mesma que forma o grid da Cascavel de Ouro, Alê Souza também fará sua estreia na corrida. “O convite do Betão vai me permitir participar da prova que, até por ter essa premiação. Estou feliz por fazer parte do time. Mesmo enfrentando pilotos de tantas categorias diferentes, todos eles muito competentes, vou trabalhar para fazer o melhor possível, andar o mais à frente possível”, diz.

Alê Souza tomou contato com as pistas em 2000, no kart. Conquistou dois títulos paulistas, dois vice-campeonatos brasileiros, em 2001 e 2012, e um Troféu Brasil. Estreou no automobilismo em 2004 e foi vice-campeão brasileiro de Marcas em 2005. Retirou-se da categoria e voltou em 2012, conquistando o vice-campeonato paulista. É tricampeão da Copa ECPA de Marcas, disputada em Piracicaba, onde obteve os títulos de 2013, 2015 e 2017.

Beto Pontes também desfila um currículo vitorioso. Foi seis vezes vice-campeão da Copa Corsa no Ceará. Conquistou também um vice-campeonato no Norte-Nordeste de Turismo 1.6 e é o atual campeão paraibano da categoria Super Turismo. Beto Filho, também piloto da Super Turismo nos campeonatos Cearense e Paraibano, tem no off-road o ponto forte de sua carreira. Ele pilota UTVs no Rali dos Sertões, Rali Cerapió e Piocerá, entre outros.

Texto: Grelak Comunicação
Foto: Robério Lessa

Nenhum comentário:

Postar um comentário