terça-feira, 27 de março de 2018

Matheus Leist destaca equilíbrio da Indy após testes em Barber e Indianápolis

Piloto gaúcho da AJ Foyt participou das sessões de testes coletivos em dois circuitos mistos e destacou forte competitividade entre as principais equipes da categoria.


Ao estrear com o melhor tempo logo em sua primeira sessão de treinos na Indy e com o terceiro tempo no grid de largada de sua corrida de estreia, o jovem gaúcho Matheus Leist chamou a atenção dos fãs do esporte. Mas o forte equilíbrio e a alta competitividade da categoria fazem com que o mais jovem piloto do grid permaneça com o foco no aprendizado em seu ano de estreia com a AJ Foyt, ainda mais tendo a oportunidade de ter como companheiro de equipe o experiente Tony Kanaan.

“Tivemos um grande final de semana em São Petersburgo, com o bom rendimento nos treinos e na classificação. Não fosse o problema no carro, a gente teria potencial para terminar no pódio, mas sabemos que, nas próximas etapas, teremos que trabalhar bastante para ficar novamente entre os primeiros, porque a Indy é muito competitiva e o equilíbrio entre as equipes é muito grande”, explica Leist, campeão da F-3 Inglesa em 2016 e vencedor de três provas na Indy Lights no ano passado, incluindo a preliminar da Indy-500 logo em sua estreia em ovais, em Indianápolis.

E foi justamente no templo do automobilismo onde Leist esteve na última semana testando o carro da AJ Foyt no circuito misto – o teste no oval, que seria nesta semana, foi cancelado por conta da previsão de fortes chuvas e neve no circuito localizado no estado de Indiana, nos EUA.

“Conseguimos aprender bastante sobre o nosso carro em circuito misto, tanto no treino no traçado de Indy GP, onde correremos em maio, quanto no de Barber, onde faremos a etapa no próximo mês. Nossa competitividade foi menor em relação a St Pete, por exemplo, mas isso não significa que não vamos andar bem neste tipo de pista. O carro é novo, houve muitas mudanças na equipe e com isso temos potencial de melhora em vários circuitos, como foi o caso da abertura do campeonato e em Phoenix, onde na pré-temporada conseguimos um grande avanço segundo a própria equipe”, diz Leist.

Neste mês, o jovem piloto gaúcho foi anunciado como um dos integrantes do novo time Cimed Racing, que inclui 15 pilotos em seis categorias (Indy, Nascar, Stock Car, Stock Light, F-4 e kart) em uma iniciativa lançada pela empresa farmacêutica para apoiar o esporte a motor e se firmar como maior investidora do automobilismo brasileiro.

A segunda etapa da Indy será no dia 7 de abril no oval de Phoenix (Arizona).

Resultado do treino coletivo em Indianápolis (circuito misto, tempos extra-oficiais):

1. Will Power, 69s14
2. Jordan King, 69s19
3. Josef Newgarden, 69s22
4. Simon Pagenaud, 69s30
5. Sebastian Bourdais, 69s35
6. Spencer Pigot, 69s40
7. Scott Dixon, 69s45
8. Pietro Fittipaldi, 69s54
9. Alexander Rossi, 69s54
10. Marco Andretti, 69s58
11. Ryan Hunter Reay, 69s64
12. Zach Veach, 69s65
13. Graham Rahal, 69s67
14. Ed Jones, 69s72
15. Takuma Sato, 69s78
16. Matheus Leist, 70s07
17. Tony Kanaan, 70s12
18. Gabby Chaves, 70s20
19. James Hinchcliffe, 70s52
20. Aaron Telitz, 71s32
21. Robert Winckens, sem tempo

Nenhum comentário:

Postar um comentário