sábado, 1 de agosto de 2015

Ricardo Baptista segura a forte pressão de Miguel Paludo para ser primeiro vencedor da Cup em Goiânia

Após superarem o pole Daniel Schneider, Ricardo Baptista e Miguel Paludo passaram a travar uma disputa emocionante pela vitória. A poucas voltas do fim, Miguel chegou a ultrapassar o Porsche #27, mas recebeu o troco ainda na mesma curva.



Ricardo Baptista é o rei das pistas novas na Porsche GT3 Cup em 2015. Depois de vencer na estreia de Cascavel, o bicampeão de 2007 e 2012 escreveu seu nome como o primeiro vencedor da história da categoria em Goiânia.

Largando na pole, Daniel Schneider segurou a dianteira até a volta 9. Ele vinha muito pressionado pelo adversário do carro #27 e escapou da pista. Os bicampeões Miguel Paludo e Ricardo Rosset (que haviam conquistado boas posições na largada) também se aproveitaram e deixaram para trás o carro #77.

No giro 11, foi a vez de Lico Kaesemodel passar Schneider. Franco Giaffone tentou seis voltas depois por fora. Conseguiu passar, mas não permanecer na pista.

Nas voltas finais, Paludo conseguiu tirar toda a vantagem que Baptista havia aberto. Chegou a ultrapassar na curva 1 na penúltima volta, mas o carro #27 aplicou um clássico "xis" e segurou a ponta até a bandeirada.

Discreto na corrida depois de perder posições na largada, Constantino Jr mantém a liderança do campeonato com o sétimo lugar. O oitavo é Gil Farah, que larga na pole na corrida 2 em virtude da inversão do grid prevista pelo regulamento.

Daniel Schneider fechou a prova em sexto no geral, e primeiro na classe Cup Sport. Beneficiado pela ausência de Edu Azevedo da etapa, ele assumiu a liderança na classe de entrada.

Na Master, as disputas também foram intensas, com destaque para a briga de Marcelo Stallone com Guilherme Figueiroa e Adalberto Baptista (este da classe Sport). Mas quem levou o troféu foi Maurizio Billi, que competiu com um carro azul e branco e não com o amarelo #34 que tradicionalmente usa na Porsche GT3 Cup.

A estréia da Porsche GT3 Cup Challenge em Goiânia conta com o apoio do Governo de Goiás e da Agetop - Agência Goiana de Transportes e Obras.

Resultado final da prova 1:

1. Ricardo Baptista, 19 voltas
2. Miguel Paludo, a 0s143
3. Ricardo Rosset, a 3s737
4. Lico Kaesemodel, a 5s350
5. Pedro Queirolo, a 7s473
6. Daniel Schneider, a 8s684
7. Constantino Jr., a 10s822
8. Gil Farah, a 11s363
9. Franco Giaffone, a 11s759
10. Sylvio de Barros, a 12s302
11. Marcel Visconde, a 25s446
12. Maurizio Billi, a 26s507
13. Marcio Basso, a 26s970
14. Adalberto Baptista, a 37s708
15. Marcelo Stallone, a 37s994
16. Carlos Ambrósio, a 38s587
17. Guilherme Figueirôa, a 39s291
18. Sérgio Ribas, a 39s717
19. Rodolfo Ometto, a 8 voltas


Texto: Bruno Vicaria
Foto: Beto Issa

Nenhum comentário:

Postar um comentário