domingo, 2 de agosto de 2015

Com vitórias de Marcos Gomes e Sérgio Jimenez, campeonato tem novo líder

Domingo em Curitiba foi marcado por forte acidente na primeira corrida, pilotos envolvidos não sofreram contusões graves.



O domingo (2/08) da sexta etapa do Circuito Schin Stock Car, em Curitiba, foi bastante movimentado. As vitórias nas duas provas ficaram com Marcos Gomes, da Voxx Racing, e Sérgio Jimenez, da C2 Team. Com os resultados, Gomes assume a liderança do campeonato com 140 pontos, em prova que teve a ausência de Cacá Bueno, que cumpriu suspensão e foi substituído por Laurens Vanthoor. O belga, no entanto, não teve tanta sorte: foi acertado por Valdeno Brito na primeira corrida - o que levou os comissários a excluírem o paraibano da Shell Racing das duas provas - e terminou somente na 20ª posição na primeira prova e abandonou a segunda.

A primeira corrida começou com alguns toques e Marcos Gomes mantendo a liderança à frente de Allam Khodair, que disputava posição com Thiago Camilo. Vanthoor vinha andando entre os dez melhores quando levou uma batida de Valdeno Brito no contorno da primeira curva. Com a suspensão traseira esquerda quebrada, Valdeno tentou levar o carro até os boxes, mas não conseguiu e abandonou a prova.

No final da quinta volta, o carro de Camilo apresentou problemas e perdeu velocidade na reta principal. O piloto levou o carro pelo lado direito da pista, próximo do muro, para encostar quando encontrasse um local seguro para abandonar a corrida.

Não deu tempo. Mesmo com os fiscais sinalizando com a bandeira branca, que avisa aos pilotos que há um carro mais lento na pista, Rafa Matos não conseguiu desviar de Camilo a tempo de evitar o choque. Na batida, Felipe Lapena e Felipe Fraga também se envolveram. A direção de prova acionou a entrada do safety car, mas logo interrompeu a corrida com bandeira vermelha para que os envolvidos fossem atendidos e para que os detritos fossem retirados do asfalto.

Matos e Lapenna, companheiros de equipe na Schin Racing Team, saíram de seus carros sem maiores problemas; já Thiago Camilo e Felipe Fraga receberam atendimento médico na pista e foram levados ao Hospital Marcelino Champagnat, em Curitiba, para checagem geral, já que ambos apresentavam dores na perna e na região lombar, respectivamente.

De acordo com o Dr. Leandro Schimmelpseng, médico-adjunto da Stock Car, nenhuma lesão foi constatada em nenhum dos dois pilotos. Eles passarão a noite em observação no hospital somente por precaução. Ele destacou que tanto Felipe Fraga como Thiago Camilo permaneceram conscientes durante todo o atendimento. "Com o Felipe está tudo tranquilo. Foram feitos todos os exames nele, como tomografia e raio-x, e deu tudo normal. Ele se queixava de dor no tórax, por causa do cinto de segurança, e no joelho esquerdo, mas não há nenhum tipo de fratura, mas foi prudente radiografar para excluir qualquer possibilidade de lesão. Quanto ao Thiago, ele sentia bastante dor no pé esquerdo. Na avaliação clínica não havia indícios de fratura, mas achamos prudente leva-lo ao hospital para radiografar e excluir isso. Ele só tinha um pequeno corte no pé, que já foi suturado", explicou.

Cerca de 40 minutos depois, a corrida foi reiniciada e o resultado foi feito pela somatória dos tempos da primeira parte, antes da interrupção, com a segunda. A vitória ficou com Marcos Gomes, depois de chegar a perder a liderança para Allam Khodair durante a janela de pit stops retomar a ponta com bela ultrapassagem. O piloto da Full Time Sports fechou em segundo lugar, seguido por Daniel Serra.

Átila Abreu, Ricardo Maurício, Júlio Campos, Ricardo Zonta, Diego Nunes, Galid Osman e Sérgio Jimenez fecharam os dez primeiros da corrida. Assim, o piloto da C2 Team garantia o direito de largar da primeira posição na segunda prova, já que o grid obedece a ordem inversa dos dez primeiros colocados.

E Jimenez não desperdiçou a oportunidade que teve. Ele liderou todas as 20 voltas da corrida e, apesar da aproximação de Julio Campos, ele ainda cruzou a linha de chegada à frente do curitibano. Jimenez e Diego Nunes, que terminou em terceiro, começaram a prova em um ritmo bastante forte, assim como Átila Abreu, que chegou a ocupar a segunda posição, mas teve de parar com um pneu furado na 15ª volta.

Marcos Gomes, autor da volta mais rápida em ambas as provas, também deu show com duas ultrapassagens exatamente iguais sobre Max Wilson na disputa pela sexta posição. Ele passou o carro da Eurofarma-RC por fora na freada da primeira curva, mas logo depois o campeão de 2010 da Stock Car retomou o posto. No giro seguinte o novo líder do campeonato repetiu a manobra do mesmo jeito e no mesmo local.

Resultado da Corrida 1:
1-) 80 Marcos Gomes (Voxx Racing Team) 34 voltas em 49min12s679
2-) 18 Allam Khodair (Full Time Sports) - a 6s260
3-) 29 Daniel Serra (Red Bull Racing) - a 10s614
4-) 51 Átila Abreu (AMG Motorsport) - a 14s742
5-) 90 Ricardo Maurício (Eurofarma RC) - a 21s841
6-) 4 Júlio Campos (Prati-donaduzzi) - a 22s110
7-) 10 Ricardo Zonta (Shell Racing) - a 22s481
8-) 70 Diego Nunes (Vogel Motorsport) - a 23s490
9-) 28 Galid Osman (Ipiranga-RCM) - a 23s664
10-) 73 Sérgio Jimenez (C2 Team) - a 26s139
11-) 65 Max Wilson (Eurofarma RC) - a 26s457
12-) 111 Rubens Barrichello (Full Time Sports) - a 29s132
13-) 74 Popó Bueno (Cavaleiro Racing Sports) - a 36s655
14-) 8 Rafael Suzuki (RZ Motorsport) - a 39s733
15-) 1 Antonio Pizzonia (Prati-donaduzzi) - a 41s243
16-) 12 Lucas Foresti (AMG Motorsport) - a 41s845
17-) 26 Raphael Abbate (Hot Car Competições) - a 43s102
18-) 9 Gustavo Lima (ProGP) - a 51s081
20-) 25 Tuka Rocha (União Química Racing) -a 1 volta
20-) 91 Laurens Vanthoor (Red Bull Racing) - a 2 voltas
21-) 14 Luciano Burti (RZ Motorsport) - a 2 voltas
22-) 46 Vitor Genz (Boettger Competições) - a 3 voltas
23-) 5 Denis Navarro (Vogel Motorsport) - a 5 voltas
24-) 11 César Ramos (Cavaleiro Racing Sports-) - a 5 voltas
25-) 83 Gabriel Casagrande (C2 Team) - a 11 voltas
NÃO COMPLETARAM 75%
26-) 3 Bia Figueiredo (União Química Racing) - a 17 voltas
27-) 21 Thiago Camilo (Ipiranga-RCM) - não completou
28-) 2 Rafa Matos (Schin Racing Team) - não completou
29-) 88 Felipe Fraga (Voxx Racing Team) - não completou
30-) 110 Felipe Lapenna (Schin Racing Team) - não completou
31-) 72 Fábio Fogaça (Hot Car Competições) - não completou
Melhor volta: Marcos Gomes, 1min20s206 na 10ª volta
Resultados sujeitos a verificações técnicas e desportivas

Resultado da Corrida 2:
1-) 73 Sérgio Jimenez (C2 Team) 20 voltas em 27min09s325
2-) 4 Julio Campos (Prati-donaduzzi) - a 1s406
3-) 70 Diego Nunes (Vogel Motorsport) - a 4s103
4-) 29 Daniel Serra (Red Bull Racing) - a 4s879
5-) 90 Ricardo Maurício (Eurofarma RC) - a 10s134
6-) 80 Marcos Gomes (Voxx Racing Team) - a 10s800
7-) 65 Max Wilson (Eurofarma RC) - a 11s244
8-) 83 Gabriel Casagrande (C2 Team) - a 15s134
9-) 111 Rubens Barrichello (Full Time Sports) - a 21s070
10-) 1 Antonio Pizzonia (Prati-donaduzzi) - a 21s399
11-) 25 Tuka Rocha (União Química Racing) - a 26s540
12-) 8 Rafael Suzuki (RZ Motorsport) - a 30s943
13-) 46 Vitor Genz (Boettger Competições) - a 30s973
14-) 14 Luciano Burti (RZ Motorsport) - a 34s455
15-) 26 Raphael Abbate (Hot Car Competições) - a 34s640
16-) 12 Lucas Foresti (AMG Motorsport) - a 1 volta
17-) 28 Galid Osman (Ipiranga-RCM) - a 1 volta
18-) 74 Popó Bueno (Cavaleiro Racing Sports) -a 1 volta
19-) 10 Ricardo Zonta (Shell Racing) - a 5 voltas
NÃO COMPLETARAM 75%
20-) 18 Allam Khodair (Full Time Sports) - a 6 voltas
21-) 51 Átila Abreu (AMG Motorsport) - a 7 voltas
22-) 5 Denis Navarro (Vogel Motorsport) - a 7 voltas
23-) 9 Gustavo Lima (ProGP) - a 9 voltas
24-) 91 Laurens Vanthoor (Red Bull Racing) - a 12 voltas
NÃO LARGARAM
25-) 11 César Ramos (Cavaleiro Racing Sports)
26-) 3 Bia Figueiredo (União Química Racing)
27-) 21 Thiago Camilo (Ipiranga-RCM)
28-) 2 Rafa Matos (Schin Racing Team)
29-) 88 Felipe Fraga (Voxx Racing Team)
30-) 110 Felipe Lapenna (Schin Racing Team)
31-) 72 Fábio Fogaça (Hot Car Competições)
Melhor volta: Marcos Gomes, 1min20s319 (média de 165,6 km/h)
Resultados sujeitos a verificações técnicas e desportivas

Classificação do campeonato
1. Marcos Gomes - 140
2. Julio Campos - 115
3. Daniel Serra - 113
4. Cacá Bueno - 113
5. Rubens Barrichello - 107

O Circuito Schin Stock Car tem organização e realização da Vicar Promoções Desportivas, com supervisão da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA). O patrocínio máster é da Schin. Patrocínio Petrobras e Pirelli. Copatrocínio Cielo. Apoio Pioneer e Transzero. As montadoras são Chevrolet e Peugeot.


Texto: Vicar Brasil
Foto: Fabio Davini

Nenhum comentário:

Postar um comentário