domingo, 12 de julho de 2015

DTM: Augusto Farfus volta ao pódio com 2º lugar em Zandvoort

Brasileiro contou com bom ritmo e melhor estratégia no pit-stop para conquistar décimo pódio na categoria e subir oito posições no campeonato.



Zandvoort é definitivamente um lugar especial para Augusto Farfus. Vencedor no circuito holandês em 2013, o brasileiro voltou a brigar pelas primeiras posições, culminando com seu retorno ao pódio - o primeiro nesta temporada -, ao garantir o 2º lugar na corrida deste domingo (12), válida pela quarta etapa do campeonato. No dia anterior, o curitibano da BMW havia assegurado a pole position e também um importante quarto lugar na corrida 1.

Mostrando forte desempenho desde o início das atividades na Holanda, o piloto do Team RBM marcou o 3º melhor tempo na classificação para a prova 2, largando assim na segunda fila. Na corrida mais longa, com 60 minutos de duração, a estratégia para o pit-stop obrigatório foi determinante, já que o traçado tem poucos pontos de ultrapassagem. Além disso, o domínio da BMW se repetiu e o ritmo dos quatro primeiros, todos representantes da montadora bávara, era muito próximo.

Farfus manteve a 3ª posição durante a primeira parte da corrida, mas acertou no momento de fazer sua parada para troca de pneus, na volta 13, e ganhou a 2ª posição de Bruno Splengler. O curitibano pressionou bastante o líder António Felix da Costa, principalmente nos minutos finais, quando a chuva deu as caras, mas completou as 39 voltas no 2º lugar - seu melhor resultado no ano e seu décimo pódio no DTM. A vitória ficou com o português Da Costa, que liderou um top-5 formado apenas por pilotos BMW.

Com os bons resultados, Augusto Farfus foi o segundo maior pontuador deste fim de semana e deu um salto na classificação geral, saindo de 19º para 11º, com um total de 35 pontos. Confiante que esse foi o início de uma sequência positiva, o brasileiro já pensa na próxima etapa do calendário, marcada entre os dias 31 de julho e 2 de agosto no circuito de Red Bull Ring, na Áustria.

Augusto Farfus:

"Fizemos um ótimo fim de semana, confirmando o grande potencial da BMW. Nosso carro era extremamente competitivo na segunda prova, talvez o equipamento mais rápido da corrida, mas a ultrapassagem aqui é praticamente impossível. Fiz a prova inteira esperando um erro do António (Felix da Costa) para tentar a ultrapassagem, mas não aconteceu, então voltamos para casa com um 2º e um 4º lugar e importantes pontos no campeonato, o que nos enche de esperança. Vale lembrar que corremos com 30 kg a menos, o que ajudou na nossa performance. Mas agora temos que continuar trabalhando e evoluindo o equipamento, porque a próxima prova é na Áustria, onde também andei bem no ano passado, então tem tudo para ser um bom fim de semana, com muitos pontos, para subirmos no campeonato".

Resultado da corrida 2 - DTM, 4ª etapa, Zandvoort:

1 - António Felix Da Costa (BMW M4) - Schnitzer - 39 voltas
2 - Augusto Farfus (BMW M4) - RBM - 0"473
3 - Bruno Spengler (BMW M4) - MTEK - 1"091
4 - Timo Glock (BMW M4) - MTEK - 1"71
5 - Marco Wittmann (BMW M4) - RMG - 4"975
6 - Pascal Wehrlein (Mercedes C63) - HWA - 10"954
7 - Mattias Ekstrom (Audi RS5) - Abt - 11"275
8 - Christian Vietoris (Mercedes C63) - HWA - 11"567
9 - Adrien Tambay (Audi RS5) - Abt - 11"91
10 - Gary Paffett (Mercedes C63) - ART - 12"247
11 - Mike Rockenfeller (Audi RS5) - Phoenix - 12"661
12 - Miguel Molina (Audi RS5) - Abt - 15"13
13 - Jamie Green (Audi RS5) - Rosberg - 15"942
14 - Paul Di Resta (Mercedes C63) - HWA - 16"456
15 - Timo Scheider (Audi RS5) - Phoenix - 16"853
16 - Maximilian Gotz (Mercedes C63) - Mucke - 18"319
17 - Maxime Martin (BMW M4) - RMG - 29"708
18 - Tom Blomqvist (BMW M4) - RBM - 32"670
19 - Robert Wickens (Mercedes C63) - HWA - 52"235
20 - Lucas Auer (Mercedes C63) - ART - 52"818
21 - Nico Muller (Audi RS5) - Rosberg - 8 voltas
Não completaram:
Edoardo Mortara
Daniel Juncadella
Martin Tomczyk


Texto: EverSports
Foto: DTM

Nenhum comentário:

Postar um comentário