segunda-feira, 13 de abril de 2015

Régis Boessio vê “caminho certo” apesar de quebra na etapa de Campo Grande

Rompimento de mangueira decreta abandono do gaúcho logo após conquista dos primeiros pontos na temporada da Fórmula Truck.



A segunda etapa do Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck, disputada neste domingo (12) no Autódromo Internacional de Campo Grande (MS), foi marcada por dificuldades para o gaúcho Régis Boessio. Depois do 11º lugar na primeira metade da corrida, que valeu-lhe os primeiros pontos na temporada, o piloto da Boessio Competições abandonou a disputa na segunda volta da fase final, por conta do rompimento de uma mangueira d’água.

“Foi um fim de semana bem produtivo, apesar dos problemas”, avaliou o único piloto gaúcho da Fórmula Truck. “Meu caminhão não estava num nível de competitividade tão bom quanto na primeira corrida, em Caruaru, mas por outro lado estava bem mais constante. Isso mostrou que estamos no caminho certo”, acrescentou o piloto, que exibe no caminhão Volvo número 83 as cores e logos de Suspentech, Rodrigotto, BorgWarner e Aesa Molas.

Depois de largar em 13º, Boessio abriu a volta final da primeira metade da corrida em oitavo lugar. Perdeu três posições na última volta. “O rendimento já estava caindo”, conta. O problema que o tirou da corrida aconteceu durante a segunda volta da metade final da etapa. “Nossa previsão era de que levariam umas quatro etapas para acertarmos esse caminhão, que estava parado havia quatro ou cinco anos. Vamos continuar trabalhando”, falou.

RESULTADO FINAL DO GP PETROBRAS DE F-TRUCK
(Parte 1 da corrida em Campo Grande, após 9 voltas válidas)
1º) Leandro Totti (PR/Volkswagen-MAN), RM Competições, 27min37s557
2º) Paulo Salustiano (SP/Mercedes-Benz), ABF/Mercedes-Benz, a 0s744
3º) Djalma Fogaça (SP/Ford), DF Racing Fans, a 1s728
4º) Adalberto Jardim (SP/Volkswagen-MAN), RM Competições, a 6s637
5º) Beto Monteiro (PE/Iveco), Lucar Motorsports, a 7s816
6º) Gustavo Magnabosco (SC/Scania), Corinthians Motorsport, a 19s415
7º) Jaidson Zini (PR/Iveco), Dakar Motorsport, a 22s413
8º) Rogério Castro (GO/Mercedes-Benz), ABF Racing Team, a 24s100
9º) David Muffato (PR/Scania), Muffatão, a 28s555
10º) Pedro Muffato (PR/Scania), Muffatão, a 33s535
11º) Régis Boessio (RS/Volvo), Boessio Competições, a 39s032
12º) Luiz Lopes (SP/Iveco), Lucar Motorsports, a 41s821
13º) Alex Fabiano (SP/Volvo), Clay Truck Racing, a 42s246
14º) Roberval Andrade (SP/Scania), Corinthians Motorsport, a 2 voltas
15º) Gabriel Correa (GO/Ford), Original Reis, a 2 voltas
NÃO COMPLETARAM
Wellington Cirino (PR/Mercedes-Benz), ABF/Mercedes-Benz, a 4 voltas
Diogo Pachenki (PR/Mercedes-Benz), Copacol Racing Truck, a 4 voltas
Raijan Mascarello (MT/Ford), DF Racing Fans, a 4 voltas
Felipe Giaffone (SP/Volkswagen-MAN), RM Competições, a 5 voltas
André Marques (SP/MAN), RM Competições, a 5 voltas
Fabiano Brito (SP/Scania), Falsi & Falsi Racing, a 6 voltas
Débora Rodrigues (PR/Volkswagen-MAN), RM Competições, a 7 voltas
Melhor volta: Totti, na 4ª, 1min47s531, média de 117,510 km/h

(Parte 2 da corrida em Campo Grande, após 15 voltas válidas)
1º) Leandro Totti (PR/Volkswagen-MAN), RM Competições, 27min14s513
2º) Paulo Salustiano (SP/Mercedes-Benz), ABF/Mercedes-Benz, a 3s200
3º) Djalma Fogaça (SP/Ford), DF Racing Fans, a 12s862
4º) Beto Monteiro (PE/Iveco), Lucar Motorsports, a 17s143
5º) Jaidson Zini (PR/Iveco), Dakar Motorsport, a 1min02s336
6º) David Muffato (PR/Scania), Muffatão, a 1min06s777
7º) Alex Fabiano (SP/Volvo), Clay Truck Racing, a 1min48s761
8º) Pedro Muffato (PR/Scania), Muffatão, a 1 volta
9º) Gustavo Magnabosco (SC/Scania), Corinthians Motorsport, a 4 voltas
10º) Diogo Pachenki (PR/Mercedes-Benz), Copacol Racing Truck, a 4 voltas
NÃO COMPLETARAM
Adalberto Jardim (SP/Volkswagen-MAN), RM Competições, a 5 voltas
Luiz Lopes (SP/Iveco), Lucar Motorsports, a 8 voltas
Roberval Andrade (SP/Scania), Corinthians Motorsport, a 11 voltas
Rogério Castro (GO/Mercedes-Benz), ABF Racing Team, a 12 voltas
Régis Boessio (RS/Volvo), Boessio Competições, a 14 voltas
Melhor volta: Totti, na 8ª, 1min47s788, média de 117,230 km/h

CLASSIFICAÇÃO
Após duas etapas, a classificação do campeonato da Fórmula Truck é a seguinte: 1º) Totti, 80 pontos; 2º) Fogaça, 78; 3º) Monteiro, 63; 4º) Zini, 56; 5º) Giaffone, 54; 6º) Salustiano, 51; 7º) Magnabosco, 47; 8º) P. Muffato, 46; 9º) Cirino, 44; 10º) Pachenki, 42; 11º) D. Muffato e Castro, 37; 13º) Marques, 34; 14º) Andrade, 24; 15º) Jardim, 23; 16º) Fabiano, 22; 17º) Rodrigues e Correa, 13; 19º) Boessio, 10; 20º) Lopes, 9; 21º) Mascarello, 6.


Texto: Grelak Comunicação
Foto: Orlei Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário