quarta-feira, 8 de abril de 2015

Pedro Muffato vai a Campo Grande com problema de tração amenizado

Paranaense da equipe Muffatão reconhece necessidade de mais ajustes em seu Scania nos treinos para segunda etapa da Fórmula Truck.



Seis semanas após a abertura da temporada, os pilotos do Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck retomam a disputa neste domingo (12). A segunda etapa da competição colocará em disputa o GP Petrobras e levará a categoria de volta ao Autódromo Internacional de Campo Grande depois de quatro anos, nove meses e dezesseis dias. A capital de Mato Grosso do Sul foi sede de oito eventos da categoria entre as temporadas de 2001 e 2010.

A segunda corrida da temporada, que segundo o instituto meteorológico Climatempo põe sob 60% de possibilidade de acontecer sob chuva moderada, trará desafios de ordem técnica para Pedro Muffato. Ocupando o décimo lugar na classificação do campeonato, o piloto paranaense da equipe Muffatão terá de lidar com dificuldades na tração de seu caminhão, manifestadas durante os treinos e a corrida de 1º de março em Caruaru (PE).

Muffato fez dois dias de treinos privados, na última semana, na pista de Cascavel (PR). “Foram dois dias de muito trabalho para resolver esse problema e, em partes, ele foi resolvido”, indica o piloto. “Trocamos molas, modificamos alguns ajustes e o rendimento melhorou, mas ainda está longe do ideal. Vamos ter de seguir com esse trabalho durante a programação de treinos em Campo Grande para evoluir um pouco mais”, ele acrescenta.

Os melhores resultados de Pedro Muffato em etapas da Fórmula Truck no traçado de 3.433 metros da pista de Campo Grande foram os sextos lugares nas edições de 2003 e 2010. Sua meta para a corrida deste domingo é seguir no grupo dos dez primeiros colocados. Ele atua com o caminhão Scania número 20, que exibe as cores e logos de Disnorte, Doce Sucar, Stara, Coopavel, Alimentos Italy e Muffatão Atacado Distribuidor.

PROGRAMAÇÃO
A programação da etapa de Campo Grande do Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck terá início na sexta-feira (10), com três sessões de treinos livres de 45 minutos, cada, marcadas para 11h15, 13h15 e 15h15. No sábado (11) haverá mais um treino livre de 30 minutos, a partir das 9h, e a tomada de tempos classificatória, definindo o grid, a partir das 13h30, com transmissão ao vivo pela página da categoria na internet – formulatruck.com.br.

No domingo as atividades de pista terão início às 8h, com o último treino de aquecimento, que terá duração de 30 minutos. A etapa de Campo Grande terá largada às 12h15, para 60 minutos de corrida, com transmissão ao vivo da Rede Bandeirantes – a geração de imagens é da paranaense Master/CATVE. Todos os horários da programação são referentes a Campo Grande, situada uma hora atrás de Brasília na divisão do fuso horário.

CAMPEONATO BRASILEIRO DE FÓRMULA TRUCK
(Classificação da temporada após 1 de 10 etapas)
1º) Felipe Giaffone (SP/Volkswagen-MAN), RM Competições, 53
2º) Wellington Cirino (PR/Mercedes-Benz), ABF/Mercedes-Benz, 44
3º) Djalma Fogaça (SP/Ford), DF Racing Fans, 38
4º) André Marques (SP/MAN), RM Competições, 34
5º) Diogo Pachenki (PR/Mercedes-Benz), Copacol Racing Truck, 31
6º) Beto Monteiro (PE/Iveco), Lucar Motorsports, 29
7º) Leandro Totti (PR/Volkswagen-MAN), RM Competições, 28
8º) Jaidson Zini (PR/Iveco), Dakar Motorsport, 26
9º) Rogério Castro (GO/Mercedes-Benz), ABF Racing Team, 24
10º) Pedro Muffato (PR/Scania), Muffatão, 22
11º) Gustavo Magnabosco (SC/Scania), Corinthians Motorsport, 20
12º) Roberval Andrade (SP/Scania), Corinthians Motorsport, 17
13º) Débora Rodrigues (PR/Volkswagen-MAN), RM Competições, 13
14º) David Muffato (PR/Scania), Muffatão, 10
15º) Gabriel Correa (GO/Ford), Original Reis, 7
15º) Paulo Salustiano (SP/Mercedes-Benz), ABF/Mercedes-Benz, 7
17º) Raijan Mascarello (MT/Ford), DF Racing Fans, 6
18º) Adalberto Jardim (SP/Volkswagen-MAN), RM Competições, 5


Texto: Grelak Comunicação
Foto: Orlei Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário