quinta-feira, 23 de abril de 2015

Moto 1000 GP: Sebastian Porto e Luciano Donato testam nova BMW S1000 RR em Londrina

Pilotos da equipe BMW Motorrad Petronas Racing na GP 1000 e GP Light elogiam a nova moto, com a qual disputarão a temporada 2015 do Moto 1000 GP.



Faltam poucos dias para o início da temporada 2015 do Moto 1000 GP, marcada para o dia 3 de maio, em Curitiba (PR), e os pilotos da equipe BMW Motorrad Petronas Racing estiveram esta semana em Londrina (PR) testando a nova máquina, com a qual disputarão o campeonato deste ano, a BMW S1000 RR. O chefe do time, Alexandre Barros, também testou e elogiou bastante a nova moto.

O argentino Sebastian Porto, que fará sua estreia pelo time na GP 1000, e o paulista Luciano Donato, que disputará sua primeira temporada na GP Light, testaram na terça-feira (dia 21) e iriam seguir os trabalhos na quarta (22), mas o mau tempo impediu a continuidade dos treinos. O francês Matthieu Lussiana, atual campeão do Moto 1000 GP, também permanecerá no time, mas só terá seu primeiro contato com a nova moto nos treinos livres em Curitiba.

"Comparando com a HP4, a BMW S1000 RR tem um pouco mais de potência, é mais progressiva na entrega de potência. A parte eletrônica também é um pouco melhor, tem mais leveza e precisão para pilotar e já vira mais rápido. Foi só um dia de teste e, com certeza, temos muito pra explorar e uma boa margem para melhorar ainda mais", destacou Alex Barros.

Porto, um dos grandes nomes do motociclismo argentino e sul-americano, andou pela primeira vez com a moto. "Estou muito contente com os testes que fizemos e por este primeiro contato com a equipe. Gostei muito da moto e a primeira sensação foi realmente muito boa. Não tivemos nenhum tipo de problema, fomos evoluindo a cada saída e acredito que teremos uma temporada muito positiva", destacou o argentino de 36 anos, que chega como um dos favoritos ao título. Entre suas principais conquistas estão o vice-campeonato mundial na categoria 250 cc, em 2004, o título do campeonato europeu de 250cc em 1996, além da conquista do campeonato argentino de 250 cc em 1994. Porto competiu até 2006 no Mundial de Motovelocidade.

Donato será também estreante na equipe e na categoria GP Light. No ano passado, o piloto de 34 anos fez alguns testes e também já viu progressos com a nova moto. "A primeira impressão foi muito boa. A moto é mais ágil, me senti mais confortável. Ela contorna as curvas com mais facilidade, tem mais potência e uma eletrônica mais avançada", destacou. Sobre a temporada de estreia, o piloto disse: "Meu objetivo é ter bons resultados e tentar alguns pódios".

O Moto 1000 GP, campeonato brasileiro de motovelocidade, terá oito etapas ao longo do ano, passando pelas principais pistas do país.


Texto: FG Com
Foto: Equipe Sanderson

Nenhum comentário:

Postar um comentário