quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

Pipo Derani disputará a temporada 2015 do FIA WEC pela equipe russa G-Drive Racing

Com apenas 21 anos, piloto é contratado pela G-Drive para competir no WEC e na tradicional 24 Horas de Le Mans, a principal corrida do campeonato.



A estreia do paulista Pipo Derani no endurance em 2014 rendeu muitos elogios nos bastidores da modalidade e na mídia internacional. O pódio logo na estreia na Le Mans Series Europeia, em Paul Ricard (Fra), em setembro, e a melhor volta na etapa do Estoril (Por), em outubro, colocaram em destaque o nome do piloto, de apenas 21 anos, que nesta temporada disputará o WEC (FIA World Endurance Championship) pela equipe G-Drive Racing, atual vice-campeã na categoria LMP2.

O anúncio da contratação do brasileiro aconteceu nesta quinta-feira (dia 5 de fevereiro), em Paris, na França, na coletiva de imprensa do FIA WEC 2015. Derani estará a bordo do Ligier JS P2 nas oito etapas do campeonato, que inclui a lendária 24 Horas de Le Mans. O carro é totalmente fabricado pela Onroak Automotive, empresa que pertence ao dono da equipe (Jacques Nicolet). A estreia do modelo aconteceu no ano passado em Le Mans, mostrando grande potencial.

O brasileiro será companheiro do colombiano Gustavo Yacaman, que correu pelo time no ano passado na Tudor United Sports Car nos Estados Unidos, e do mexicano Ricardo Gonzalez, campeão do WEC em 2013 na LMP2 com a equipe e vencedor das 24 Horas de Le Mans no mesmo ano.

Entre as etapas, Derani disputará a tradicional 24 Horas de Le Mans em 2015. A corrida está marcada para os dias 13 e 14 de junho. A temporada começa com as 6 Horas de Silverstone, no dia 12 de abril, e - além de França e Inglaterra - o campeonato também passa por Alemanha, Bélgica, China, Bahrein, Japão e Estados Unidos.

"Conheci o Philippe Dumas, chefe da equipe, em Interlagos, nas 6 Horas de São Paulo, e ele me convidou para um teste em dezembro, em Magny-Cours. Sem dúvida, esse teste foi muito importante para a minha contratação. Ter sido escolhido pela equipe e pela G-Drive para representar a marca e o chassi no WEC é uma honra, pois é o time mais desejado da categoria LMP2", contou Derani.

"Não vai ser um ano fácil, mas quando a oportunidade chegou, não tinha como não aceitar esse desafio com o pacote que vamos ter (Ligier / Dunlop / Nissan). O WEC é o topo do mundo do endurance e é onde todo piloto de corridas de longa duração quer estar. Tudo o que vi da equipe até agora é top de linha e os resultados falam por si só", destacou o brasileiro, que correrá com os pneus Dunlop e motor Nissan.

Na temporada 2014, a equipe conquistou sete poles e quatro vitórias na LMP2 e foi vice-campeã do FIA WEC, campeonato que conquistou no ano anterior. O time também venceu em 2013 as 24 Horas de Le Mans, além de ser bicampeão da Le Mans Series Ásia (2013/2014). No ano passado, também foi o único time europeu a disputar a Tudor United Sports Car, conquistando três poles e quatro pódios, sendo uma vitória.

"Estou muito feliz por ter o Pipo conosco. Ele é um piloto muito rápido, jovem, determinado, além de excelente pessoa também. Ele já entendeu a importância do jogo de equipe no endurance desde o começo. O Pipo tem um grande futuro pela frente e farei de tudo para ajuda-lo a conquistar o objetivo de se tornar um piloto profissional. Mas primeiro vamos trabalhar forte juntos para levar à G-Drive Racing ao título entre as equipes em 2015 com os dois carros", destacou o chefe da equipe, Philippe Dumas.

Para Pipo, uma das dificuldades da temporada serão as pistas do calendário. "Conheço apenas Silverstone, Spa e Nurburgring. Tenho que aprender os traçados da Ásia e o mais importante, Le Mans. Mas entro no campeonato este ano com essa mentalidade, buscando o máximo de aprendizado", completou o brasileiro.

Após algumas temporadas na Europa, onde correu nas principais categorias de base do automobilismo e inclusive subiu ao pódio no tradicional GP de Macau de F-3, Pipo decidiu voltar sua carreira para o endurance.

Em setembro de 2014, na estreia na ELMS em Paul Ricard, ao lado do francês Nathanael Berthon e do venezuelano Rodolfo Gonzalez, Pipo ficou em terceiro lugar. No Estoril, correu com nova dupla, os britânicos James Littlejohn e Tony Wells. O trio terminou na sexta posição e Pipo fez a volta mais rápida da corrida.

Confira o calendário do FIA WEC 2015:

12 de Abril: 6 Horas de Silverstone (ING)
02 de Maio: 6 Horas de Spa (BEL)
31 de Maio: Testes em Le Mans (FRA)
13/14 de Junho: 24 Horas de Le Mans (FRA)
30 de Agosto: 6 Horas de Nurburging (ALE)
19 de Setembro: 6 Horas Circuito das Américas (EUA)
11 de Outubro: 6 Horas de Fuji (JAP)
1 de Novembro: 6 Horas de Xangai (CHN)
21 de Novembro: 6 Horas do Bahrein (BHR)


Texto: FG Com
Foto: Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário