sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

De volta à Fórmula Truck, Boessio diz que “adrenalina começou antes dos treinos”

Equipes viveram dias de agonia por conta do atraso no transporte dos caminhões até Caruaru, palco da corrida deste domingo.



O Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck deverá levar seus 22 pilotos à pista pela primeira vez no ano nesta sexta-feira (27), dia dos primeiros treinos livres da primeira das dez etapas no Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Caruaru. A corrida deste domingo (1º) na pista pernambucana marcará a adoção de um novo regulamento, que divide a etapa em duas partes e atribui pontos aos primeiros colocados em cada uma dessas fases.

A etapa pernambucana colocará em disputa o GP Aurélio Batista Félix e apresentará ao público da categoria as novidades do mercado de pilotos. Além das estréias do goiano Gabriel Correa e do paulista Alex Fabiano pelas equipes Original Reis e Max Power Racing, respectivamente, a corrida marcará a volta ao grid da categoria do gaúcho Régis Boessio, que defenderá equipe própria – a Boessio Competições, que tem sua sede em Porto Alegre.

Boessio tem recordações especiais da pista de Caruaru. Foi lá, no dia 17 de maio de 2013, que ele conquistou a primeira de suas duas vitórias. “Desta vez a expectativa é um tanto mais modesta”, admite o único representante do Rio Grande do Sul na Fórmula Truck. “Nosso caminhão agora é um Volvo, que notoriamente não oferece a mesma condição técnica que caminhões como os Volkswagen-MAN, os Mercedes-Benz ou os Scania”, compara.

O novo caminhão foi experimentado em sucessivas sessões de testes na pista de Tarumã, na cidade gaúcha de Viamão. “Terminamos os treinos lá e embarcamos o caminhão para concluir a montagem de alguns componentes no autódromo, mas a chegada do nosso equipamento atrasou bastante”, expõe o piloto – a previsão de desembarque de seu Volvo de competição nos boxes do autódromo pernambucano é para o início da noite desta quinta-feira (26).

O transporte rodoviário dos equipamentos da organização e das equipes da Fórmula Truck até Caruaru acabou comprometido pela mobilização nacional dos caminhoneiros. “Nossas carretas ficaram paradas nos bloqueios por alguns dias, a gente viveu muita ansiedade, a adrenalina começou antes dos treinos. Mas está tudo resolvido, os equipamentos e os caminhões já estão chegando. Vai ser uma noite de muito trabalho para concluirmos o caminhão”, conta.

O cronograma da etapa, disponibilizado às equipes na manhã de terça-feira (24), prevê para esta sexta (27) três sessões de treinos livres para 11h15, 13h15 e 15h15, com duração de 45 minutos, cada. “Esse é um formato novo, mas não sabemos se todas as equipes vão ter os caminhões no autódromo na sexta de manhã. Os pilotos e a organização vão se reunir e discutir a questão, pode ser que haja mudanças no cronograma”, informa Boessio.


Texto: Grelak Comunicação
Foto: André Kotoman

Nenhum comentário:

Postar um comentário